13/03 - 11/04​
ONLINE E GRATUITA

15/03 | SEGUNDA-FEIRA | 15H

BATE-PAPO
A ACESSIBILIDADE COMO FOMENTO DA ECONOMIA CRIATIVA – BRASIL

🇧🇷 Sinopse: Quais os impactos positivos e negativos que podem ser gerados a partir da utilização ou não dos recursos de acessibilidade para a economia?  Pessoas que estão inseridas diretamente no contexto da acessibilidade, relatarão sobre suas experiências na área e indicarão propostas para fomentar o aumento do público usuário das tecnologias assistivas.

Mediação: Felipe Vieira Monteiro
Consultor em Acessibilidade e Audiodescrição

Formado em tecnologia em processamento de dados pela UBM (Universidade de Barra Mansa – RJ), bacharelado em piano pelo CBM (Conservatório Brasileiro de Música – RJ), Licenciatura em educação artística com habilitação em música pelo Conservatório Brasileiro de Música – RJ – e pedagogia pela Universidade Castelo Branco em Curitiba – PR. Especialista em Tradução audiovisual acessível: Audiodescrição pela UECE (Universidade Estadual do Ceará – CE), especialista em Acessibilidade cultural pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro – RJ), Aperfeiçoamento em Audiodescrição na escola pela UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora – MG) e aperfeiçoamento e tecnologias digitais aplicadas à educação pelo IFES  (Instituto Federal do Espírito Santo – ES).  Mestrando em Educação, cultura e comunicação em periferias urbanas pela UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro).

 Leandro Pereira – Museólogo e Consultor em Acessibilidade

 Bacharel em Administração pela Faculdade Anhanguera Educacional – Pelotas/RS, graduando em Museologia na UFPel/RS, mestrando em Memória Social e Patrimônio Cultural na UFPel/RS. Atua como palestrante na área de acessibilidade, educação inclusiva e motivacional; como audiodescritor-consultor e consultor em acessibilidade em museus e espaços culturais. Empreendedor cultural, idealizador do “Encontro Olho de Sogra”: evento que oferece passeios culturais com acessibilidade para pessoas com deficiência visual; coordenador da atividade cultural que aborda literatura e erotismo, intitulada “Doces ou Travessuras?”.

Walleria Suri – Consultora em Diversidade e Ativista 

Nascida em 02 de Fevereiro de 1977. Mulher transgênero e com deficiência visual, devido a uma doença degenerativa nas retinas de ambos os olhos. Paulistana, residente atualmente na cidade de Presidente Prudente – SP. Estudante de graduação em Direito, cursando o 9º Termo acadêmico no Centro Universitário Toledo Prudente. Atua desde 2016 com capacitações sobre as questões sociais que envolvem as identidades trans e também as pessoas com deficiência, abordando temas como transfobia, invisibilidade social, reconhecimento humano, desenvolvimento profissional, capacitismo, autodeterminação, inclusão e acessibilidade, oferecendo palestras e workshop para instituições de ensino, órgãos de administração pública e organizações empresariais. Ativista pelos Direitos Humanos desde 2015, compondo movimentos sociais que lutam pela igualdade de acesso à saúde, à educação, ao mercado de trabalho, à segurança, à cultura e ao lazer. É integrante co-fundadora dos Coletivos “Grupo Somos LGBTI+ de Presidente Prudente” e o “Grupo O.I.A.”, que atua pelos direitos das pessoas com deficiência visual de Presidente Prudente e região. No ano de 2015, participou como delegada representante da V Conferência da Defensoria Pública do Estado de São Paulo; em 2015, da I Conferência LGBT de Presidente Prudente e Região; em 2016, da III Conferência LGBT Estadual de São Paulo e da III Conferência Nacional de Direitos Humanos da Comunidade LGBT. Atualmente, também ocupa a cadeira de representação LGBTI+ no Conselho Municipal de Saúde de Presidente Prudente. Consultora da organização internacional SSEX BBOX, assessora na Secretaria de Gênero e Equidade da Organização Nacional de Cegos do Brasil (ONCB) e instrumentista de percussão árabe.

🇺🇸 ENGLISH

Chat
Accessibility as a Promotion of the Creative Economy – Brazil

Date: 03/15/21 – Monday
Time: 3pm

Synopsis: What are the positive and negative impacts that can be generated from the use or not of accessibility resources for the economy? People who are directly involved in the context of accessibility, will report on their experiences in the area and will make proposals to encourage an increase in the audience that uses assistive technologies.

Mediation: Felipe Vieira Monteiro
Accessibility and Audio Description Consultant

Graduated in data processing technology from UBM (University of Barra Mansa – RJ), bachelor’s degree in piano from CBM (Conservatório Brasileiro de Música – RJ), Degree in artistic education with a degree in music from Conservatório Brasileiro de Música – RJ – and pedagogy from Castelo Branco University in Curitiba – PR. Specialist in accessible audiovisual translation: Audio description by UECE (State University of Ceará – CE), specialist in cultural accessibility by UFRJ (Federal University of Rio de Janeiro – RJ), Specializations in audio description in school by UFJF (Federal University of Juiz de Fora – MG) and in digital technologies applied to education by IFES (Federal Institute of Espírito Santo – ES). Master’s student in Education, culture and communication in urban peripheries at UERJ (State University of Rio de Janeiro).

Leandro Pereira – Museologist and Accessibility Consultant

Bachelor of Business Administration from Faculdade Anhanguera Educacional – Pelotas / RS, majoring in Museology at UFPel / RS, Master’s degree in Social Memory and Cultural Heritage at UFPel / RS. Acts as a speaker in the area of accessibility, inclusive and motivational education; as audio-descriptor-consultant and accessibility consultant in museums and cultural spaces. Cultural entrepreneur, creator of “Encontro Olho de Sogra”: event that offers cultural tours with accessibility for people with visual impairments; coordinator of the cultural activity that addresses literature and eroticism, entitled “Doces or Travessuras?”.

Walleria Suri – Diversity Consultant and Activist

Born on February 2, 1977. Transgender and visually impaired woman, due to a degenerative disease in the retinas of both eyes. Originally from São Paulo, currently residing in the city of Presidente Prudente – SP. Undergraduate law student, attending the 9th academic term at Centro Universitário Toledo Prudente. She has been working since 2016 with training on social issues involving trans identities and also people with disabilities, addressing topics such as transphobia, social invisibility, human recognition, professional development, capacitism, self-determination, inclusion and accessibility, offering lectures and workshops for educational institutions, public administration entities and business organizations. Activist for Human Rights since 2015, composing social movements that fight for equal access to health, education, work, security, culture and leisure. She is a co-founder member of the “Grupo Somos LGBTI + de Presidente Prudente” and the “O.I.A. Group”, which works for the rights of visually impaired people in Presidente Prudente and the region. In 2015, she participated as a delegate representative of the 5th Conference of the Public Defender of the State of São Paulo; in 2015, from the 1st LGBT Conference of Presidente Prudente and Region; in 2016, the 3rd State LGBT Conference of São Paulo and the 3rd National Conference on Human Rights of the LGBT Community. Currently, she also occupies the LGBTI + representation chair at the Municipal Health Council of Presidente Prudente. Consultant to the international organization SSEX BBOX, adviser to the Secretariat for Gender and Equity of the National Organization of the Blind of Brazil (ONCB) and instrumentalist of Arab percussion.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp