13/03 - 11/04​
ONLINE E GRATUITA

22/03 | SEGUNDA-FEIRA | 15H

PRODUÇÃO INDEPENDENTE
CURTA-METRAGEM
CONTAGEM DECRESCENTE - POR JOSÉ SILVA PINTO E NOÉMIA PRADA - ANGOLA

🇧🇷 Sinopse: “Esta é a minha história. Um relato sobre minhas mortes”. Essa é uma das frases que explicam o que é Contagem Decrescente, curta-metragem de José Silva Pinto (Tonspi) e Noémia Prada. A série de fotos do Poeta da Fotografia e o poema de Noémia Padra se fundem para contar trajetórias reais, que levam às diversas mortes do artista. 

José Silva Pinto nasceu em Angola, Lobito, 1959. Cresceu em Luanda, Lubango e Ndalatando até aos quinze anos, quando partiu para Portugal. Após frequentar o liceu em Lisboa, ingressou no Instituto Superior Técnico, em 1979, no curso de Engenharia. Completa a sua formação científica em Zurique, Suíça, onde se especializa em Biotecnologia. Em 1984, inicia uma carreira profissional internacional, inicialmente ligada à indústria farmacêutica e, em seguida, à petrolífera.

Viveu e trabalhou em inúmeros países na Europa, Ásia e África. O ano 2000 é marcado pelo regresso a Angola. Nesse reencontro com seu país natal, dá-se uma viragem a nível profissional. Após três anos trabalhando com petrolíferas, decide, em 2003/2004, dedicar-se por inteiro à sua grande paixão de sempre, a fotografia.

No mundo artístico, é conhecido por Tonspi (um quase anagrama, criado pelo próprio, do seu apelido Pinto) e o seu percurso conta com inúmeras exposições e com o lançamento de dois livros. Atualmente, produz um terceiro livro, uma retrospectiva de vinte anos de carreira. Aliada à fotografia de autor, dedica-se igualmente à vertente empresarial, criando, em 2004, a “Casa da Fotografia”; em 2008, o “Face Studio Angola” e, em 2019, o “F8STUDIO”. Como criador e artista, José Silva Pinto define-se, acima de tudo, como um contador de histórias.

🇺🇸 ENGLISH

Independent Production
Short Film
Countdown – By José Silva Pinto and Noémia Prada – Angola

Date: 03/22/21 – Monday
Time: 3pm

Synopsis: “This is my story. An account of my deaths”. This is one of the phrases that explain what Countdown is, a short film by José Silva Pinto (Tonspi) and Noémia Prada. The series of photos by the Poet of Photography and the poem by Noémia Padra merge to tell real trajectories, which lead to the artist’s various deaths.

José Silva Pinto was born in Angola, Lobito, 1959. he grew up in Luanda, Lubango and Ndalatando until the age of fifteen, when he left for Portugal. After attending high school in Lisbon, he joined the Instituto Superior Técnico in 1979, in the Engineering course. He completes his scientific training in Zurich, Switzerland, where he specializes in Biotechnology. In 1984, he began an international professional career, initially linked to the pharmaceutical industry and then to the oil industry.

He has lived and worked in countless countries in Europe, Asia and Africa. The year 2000 is marked by the return to Angola. In this reunion with his native country, there is a turning point at a professional level. After three years working with oil companies, in 2003/2004 he decided to dedicate himself entirely to his great passion, photography.

In the artistic world, he is known as Tonspi (almost an anagram, created by himself, from his nickname Pinto) and his journey has countless exhibitions and the launch of two books. He is currently producing a third book, a retrospective of a twenty-year career. Combined with author photography, he also dedicates himself to the business aspect, creating, in 2004, the “Casa da Fotografia”; in 2008, the “Face Studio Angola” and, in 2019, the “F8STUDIO”. As a creator and artist, José Silva Pinto defines himself, above all, as a storyteller.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin